O sucesso do corretor de imóveis está ligado às vendas que concretiza. As mesmas se tornam muito mais fáceis se o cliente valoriza as opções que encontra.

Atuar na área da corretagem imobiliária não é uma tarefa simples. O profissional precisa encontrar meios para guiar a intermediação de forma tranquila e levar o cliente à aquisição do imóvel. Esse processo é iniciado com o próprio bem comercializado, que precisa atender às expectativas do comprador.

Sendo assim, é importante que as opções disponíveis possuam características que “encham os olhos”. Elas precisam contar com aspectos que agreguem valor junto ao cliente e facilitem a venda. Vejamos algumas atitudes que podem ajudar com isso e otimizar o trabalho de um corretor de imóveis.

Promovendo pequenos reparos

Apesar de a manutenção não ser tarefa do corretor de imóveis, a venda é tanto de interesse dele quanto do atual dono do bem. Sendo assim, ele pode, no papel de conselheiro, sugerir pequenos reparos que melhoram em muito a imagem do imóvel.

Transações desse tipo demandam grande quantidade de dinheiro, o que faz com que o cliente olhe até mesmo pequenos detalhes, como telhas quebradas, pintura muito descascada e azulejos faltantes. É importante analisar o que pode ser consertado ou melhorado e alinhar com o vendedor a disposição para essas alterações.

A corretagem imobiliária e a limpeza

Outro aspecto que faz grande diferença na hora de realizar uma venda é o ambiente no qual o cliente analisa o negócio. Ele não quer comprar simplesmente uma edificação, mas um lar, o que tornará sua análise, em grande parte, subjetiva.

Assim, é importante que o corretor de imóveis garanta que o espaço mostrado ao cliente esteja em perfeita condição de uso e sem quaisquer aspectos que possam influenciar negativamente o julgamento do possível comprador.

Apresentando o imóvel como um todo

Na corretagem imobiliária, conhecimento representa ganho. Isso se dá pelo fato de que quando o corretor de imóveis conhece cada detalhe do bem que comercializa, automaticamente ele é capaz de aumentar o valor do mesmo na visão do cliente.

Sendo assim, antes de iniciar uma intermediação, o ideal é estudar toda a edificação: localização, aspectos construtivos, condições de comercialização e qualquer outro fator que possa otimizar o processo de venda. Apresentar todas as características demanda tempo e esforço, porém facilita em muito a aquisição.

Antecipando a compatibilização

Por fim, a melhor estratégia para agregar valor a um imóvel é compatibilizar as opções disponíveis com o perfil do cliente. A partir de informações simples, como idade, número de habitantes e renda, é possível determinar quais edificações são mais indicadas para cada caso.

Partindo de tal processo torna-se muito mais simples realizar a venda, visto que além das qualidades da edificação, o corretor de imóveis terá as expectativas do cliente a seu favor. Como haverá maior probabilidade de a edificação possuir as características procuradas, as chances de sucesso aumentam em muito.

O valor agregado na corretagem imobiliária

Valor agregado de um produto nada mais é do que a contribuição adicional obtida de um fator econômico no processo produtivo, ou seja, é o valor acumulado após a conversão das matérias primas em produto final. Ele se traduz então na disposição do cliente a pagar determinado valor, em condições específicas, por determinado produto, graças às características que o mesmo acumula.

Daí, transmitindo esse conceito para o campo da corretagem imobiliária, vemos que as sugestões fornecidas visam promover incrementos à qualidade percebida pelo comprador e, consequentemente, adicionar valor à versão final do imóvel apresentado. Apesar de simples, essas dicas fazem grande diferença, pois não adianta ter o melhor imóvel do mundo se você não der ao cliente condições de enxerga-lo dessa forma.




Deixe seu comentário:

Corretor de Imóveis. Crie seu site em minutos!:

Tenha um Site para Anúncio de Imóveis